Skip to main content


CONSTRUÍNDO UM MUNDO SEM AIDS

Proclamamos as Boas Novas do Evangelho: que Deus enviou Jesus Cristo para amar e receber em seu Reino a todas as pessoas que vivem e convivem com HIV/AIDS

 

Nos dias 1º e 2 de dezembro a Paróquia da Santíssima Trindade estará dedicando suas ações ao Construindo um mundo sem AIDS. Duas ações ocorrerão na região central de São Paulo:

A Igreja Católica e a Camisinha


Arthur e a sua teseO reitor Arthur Cavalcante da Paroquia de SSma. Trindade de São Paulo defendeu no dia 27 de setembro 2010 na Universidade Metodista de São Paulo a tese "É um luxo trabalhar com religião e AIDS! Uma análise sobre o caderno "AIDS e igrejas: um convite à ação" no Grupo de Trabalho Religiões no Estado de São Paulo".


INERELA+ existe para capacitar, empoderar e comprometer seus membros a viverem de forma positiva e aberta como agentes de esperança e transformação em suas comunidades de fé em seus países.


Religiões trabalham em conjunto com o Governo e Organizações Civis com contra a epidemia do vírus HIV/AIDS em São Paulo.


Litania da Esperança em Tempos de HIV/AIDS


 

O que é o Dia Mundial de Luta Contra a Aids? 

Transformar o 1º de dezembro em Dia Mundial de Luta Contra a Aids foi uma decisão da Assembléia Mundial de Saúde, em outubro de 1987, com apoio da Organização das Nações Unidas (ONU). A data serve para reforçar a solidariedade, a tolerância, a compaixão e a compreensão com as pessoas infectadas pelo HIV/aids. A escolha seguiu critérios próprios das Nações Unidas. No Brasil, a data passou a ser adotada, a partir de 1988, por uma portaria assinada pelo Ministro da Saúde.

A questão da relação entre as religiosidades tanto dos profissionais de saúde, como dos usuários dentro dos serviços de atendimento ao HIV/Aids. Muitos preconceitos ainda precisam ser desconstruídos em prol da convivência interreligiosa.


"Sian ficou contente com a acolhida, os sons e ritmos do culto e o trabalho desenvolvido pela paróquia de apoio as pessoas vivendo e convivendo com HIV-AIDS"